Vamos falar um pouco sobre autocuidado?! Onde principalmente nós mulheres temos que lidar com uma “medicina” que vê nosso corpo como um sistema que está sempre precisando de reparos, com hormônios, dispositivos ginecológicos, cirurgias ginecológicas e estéticas. Não seria possível aprender com a candidíase, infecção urinária, infertilidade, endometriose; cistos no útero, ovários, mamas; e “cólicas monstruais”? Poque estamos adoecendo tanto nosso sistema reprodutor feminino e nosso corpo de mulher? Não seria o momento de aprendermos com esses desequilíbrios, escutar e acolher nosso corpo? Mudando alguns hábitos e rotina. Parando de delegar para o outro a minha saúde e bem estar. Se ame mulher!!! Nos dias que antecedem a sua menstruação e no dia que recebê-la, tire o pé do acelerador, diminua o ritmo na medida do possível. Reduza o açúcar refinado, farinha branca, derivados de leite e comidas industrializadas; deixe seu útero respirar. Tome chá quentinho; pelo menos duas porções por dia, faça escalda pés, cheire um óleo essencial de lavanda. Chegue do trabalho tome um banho e se possível se recolha, deixe o celular e o computador de lado, durma mais cedo e sonhe. Fique mais em silêncio. Observe-se, escreva, se toque, se olhe, chore, dê risada e aprenda com você mesma o que precisa ser mudado. Estude sobre as fases do ciclo menstrual, se preferir faça mandala da lua ou não. Conheça e desperte a potência das várias mulheres que te habitam, e como numa dança chame cada hora uma delas para bailar com você no ritmo da sua vida. Autoconhecimento e autonomia são as melhores ferramentas de uma revolução! Cuidem-se Hermanas. Nos amo ❤
Porque a alquimia nos encanta? A beleza da alquimia é o processo, o que nos tornamos depois dele, como na vida! A diferença do laboratório químico e farmacêutico convencional para o laboratório de alquimia é que no primeiro caso o objetivo único é transmutar a matéria. Já no laboratório alquímico ocorre a transmutação de todos os corpos, os mais densos e os mais sutis. Com isso o processo se torna uma jornada, pois o operador desse laboratório se vê num lugar misterioso, onde ele adentra e opera com humildade e respeito, aprendendo com o que há de mais sagrado nessa terra, o corpo, o espirito e a alma das plantas e minerais. O objetivo dos alquimistas não era transformar chumbo em ouro e sim, homens de chumbo em homens de ouro, mas na época da inquisição para que pudessem trabalhar com ferramentas tão poderosas de desenvolvimento humano sem sofrer retaliação era o que podia ser dito. Aprendendo com todas as etapas, nascimento, vida e morte, num outro tempo, com o objetivo de libertar a força vital dentro e fora de nós. O resultado desse processo são produtos feitos com amor e respeito a terra e a todos os seres vivos. Quando a vida te colocar diante de um cristal, vegetal ou animal, lembre-se que ali existe algo além do que seus olhos comuns conseguem ver. Sempre que vamos manipular qualquer um desses seres dentro de um laboratório alquímico, essa interação é feita com respeito, conexão e imensa gratidão. Quando nos colocamos no lugar de aprendizes, recebemos da natureza através desses seres, energias e vibrações de cura e de autoconhecimento, pois tudo que precisamos está na harmonia da mãe natureza. Se nos colocamos numa postura arrogante, achando que sabemos de todas a verdades no mundo, perdemos a oportunidade de aprender com esses seres coisas incríveis sobre nós mesmos. Há de se olhar com olhos do coração. Tem tido tempo de contemplar a vida e tudo que ela te oferece? Agora fica fácil ver alquimia ao longo do nosso dia e em nossas vidas. Desde a hora que eu me levanto como o começo e o nascimento, as etapas cumpridas, as forças da natureza que guiam os turnos dos dias, as pausas e momentos de contemplação, o descanso e a morte do final do dia. Tudo é alquimia, desde que eu viva a vida com sacralidade e presença, como um ritual. Todos somos alquimistas, só que alguns ainda dormem. Ei você que está me lendo, já DESPERTOU? Por Carol Anurakti Cocriadora da Herméthica.  #alquimia   #espagiria   #produtosnaturais   #hermetismo   #feitocomamor   #sacralidade
O silêncio é um ato de sabedoria e revelação. A melhor forma de escutar a nós mesmos é através do silêncio. Por isso a meditação é uma ferramenta importantíssima para ouvir o que se passa dentro de nós, para nos conhecermos e encontrarmos uma sabedoria que é só nossa. É com a meditação que conseguimos nos conectar ao verdadeiro "eu", a nossa real essência. O que nos ajuda a não nos perdermos nas emoções, nos tornando donos de nós mesmos. Indo cada vez mais de encontro a verdade que habita dentro de nós. A partir das minhas buscas, estudos e experimentações adquiri diversas técnicas de meditação, o que proporciona que cada pessoa realize a meditação adequada, de acordo com o seu perfil.        
União do corpo e da mente para a autotransformação.   A Yoga é a ciência da autotransformação, do bem viver, que depende do bom funcionamento do nosso sistema. Em sânscrito a palavra significa UNIÃO (Yoga), ou seja a arte de fundir corpo e mente.   Enquanto a Ayurveda atua como ciência védica de cura do corpo e da mente, a Yoga atua na autotransformação, com técnicas de fortalecimento corporal e mudança de padrões de pensamentos.  Juntas, Yoga e Ayurveda, caminham há milênios com a finalidade de proporcionar benefícios à humanidade.   Tenho duas formações em em yoga, sendo a primeira em 2013  em Tantra Yoga pelo Ananda Marga_Brasil, e a segunda em 2018 em Vinyasa Yoga Flow com a querida Fernanda Cunha.   A filosofia do Tantra propõe olhar o mundo de uma forma não dual, ou seja, olhar de forma integrada, sem ficar prisioneiro das classificações e julgamentos da mente. Ensina a amar as coisas como elas são e nos convida a aprender com tudo que nos acontece ao longo de vida.   ​O tantra nos oferece várias ferramentas de autoconhecimento, sendo elas, os Kriyas, que são ferramentas de limpeza do corpo e de padrões mentais por meio de respirações e visualizações. Assim como os mantras que  atuam na cura da mente e dos padrões de pensamentos por meio cantos e entoações de nomes sagrados. Massagens corporais que desbloqueiam  os canais de energia espalhados por todo nosso corpo, assim como os pranayamas que por meio da respiração regulam o prana (energia da vitalidade) no corpo e acalmam a mente. Já os ásanas atuam na desintoxicação e na saúde do corpo e no equilíbrio dos chakras. O som que atua mudando os padrões mentais e reequilibrando os chakras, alimentam o sentido da audição. As cores (cromoterapia) equilibram os chackras e as emoções, pois alimentam o sentido da visão.   O Vinyasa Yoga Flow, é a junção dos ásanas, alinhamentos posturais, respiração e movimento, uma potente ferramenta de cura que nos traz para a meditação ativa, proporcionando estabilidade e prevenindo lesões no corpo durante uma prática. O que essa prática trouxe para minha vida foi poder experimentar fluir sem perder a estabilidade, se conseguimos sentir isso no corpo fica mais fácil levar para vida. A fluidez, movimento e criatividade do feminino com a estabilidade e constância do masculino.  
© Copyright 2021 | Herméthica - Todos os direitos reservados